Avançar para o conteúdo principal

Para quando o fim do "Síndrome do Macho Lusitano"?


Dezoito (18) mulheres foram assassinadas e vinte e três (23) foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017... segundo o Observatório das Mulheres Assassinadas, metade dos crimes foram cometidos pelo marido, companheiro ou namorado.

in «Público»

Até quando?


Comentários

  1. Continuamos com estes cenários tristes. E, diz bem, até quando! :(

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Até quando a Justiça quiser.
    Abraço, Ricardo.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite. Parece que se tornou moda. :/

    Hoje o título:-[ Janela aberta, esperança que chega...]

    Bjos
    Feliz Quinta-Feira

    ResponderEliminar
  4. É assim mesmo. Mas, trabalhando eu na área da família penso que as mulheres ainda não se conseguiram emancipar completamente. Compactuam com muitas situações.

    ResponderEliminar
  5. Não são machos lusitanos, Ricardo.
    São umas cavalgaduras que só merecem porrada.
    Muita porrada.
    Aquele abraço, bfds para si e as suas princesas

    ResponderEliminar
  6. Muito triste mesmo! Justica deficiente...

    ResponderEliminar
  7. Bom dia

    A pergunta é mesmo essa: " ATÉ QUANDO?"

    Hoje mata-se um ser humano como se matam moscas. Parece que se perdeu o respeito pela dignidade da vida e direito de viver
    .
    { tema: "" Mãe, a mulher, ventre sagrado, que dá à luz, vida "" }
    .
    Deixando saudações poéticas.
    .

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

God Bless America...

Sem mais comentários!!!
Boa semana para todos.

A Cunha, o Arranjinho e o Amiguismo...

E na hora do café dá para isto ...(ler o jornal)

"(...) é crucial que todos tenhamos consciência — a começar pelo ministro das Finanças — de que o país necessita de estabelecer rapidamente um ring-fencing absoluto entre a política e o futebol.
A razão é óbvia: existe uma altíssima probabilidade de os negócios da bola envolverem dinheiro sujo e operações ilegais.

Qualquer pessoa que acompanhe o futebol português com um módico de atenção sabe que nem Luís Filipe Vieira, nem Bruno de Carvalho, nem Pinto de Costa são personagens recomendáveis. As instituições a que presidem merecem todo o respeito institucional, mas as suspeitas que recaem, ou recaíram, sobre eles deveriam obrigar todos os políticos eleitos a manterem-se à distância.
(...) Luís Filipe Vieira recebe zero euros de ordenado do Benfica, cargo que ocupa há 14 anos. A sua justificação: “O lugar de presidente do Benfica não é um cargo, mas sim uma missão que deve ser desempenhada em regime de voluntariado.” Explicação linda —…