Até qualquer dia...

(Fotografia tirada por mim. nas entranhas da Madeira)



"Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”  

Cora Coralina 
(poetisa Brasileira) 

Não sei se voltarei a este espaço acho que o vou fechar, não tenho muita vontade de partilhar sentimentos (os meus) com um ecran e com pessoas que do outro lado não contestam, não interagem que funcionam como meros "voyeurs" do que aqui partilho.

Deixarei de visitar outros blogs, com excepção do "Devaneios a Oriente", porque fartei-me de, vá, alguma ingratidão própria e natural da vida e da condição humana.

Até qualquer dia... 

Comentários

  1. Este é um “caminho” fenomenal!! A foto parece um postal ilustrado! : )
    Lamento ter tomado essa decisão, mas compreendo perfeitamente a razão por que o fez.
    Felicidades, Ricardo.
    Até sempre...

    ResponderEliminar
  2. Sinceramente, Ricardo? Eu gostaria muito que não encerrasse este espaço, onde o visito há tantos anos e, agora, está mais bonito do que nunca.
    Mas a decisão será sempre sua.
    Desejo-lhe muita Felicidade para si e sua princesas.
    Se um dia quiser voltar, saiba que estarei de braços abertos para o receber.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. O Ricardo escreveu "até qualquer dia", o que não me parece ser um adeus.
    Estou certo ou estou errado?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Reconsidere essa decisão, meu caro.
    Estes espaços são muito pessoais, têm que nos dar gozo a nós.
    Se outros gostarem, e eu gosto, tanto melhor.
    Se não gostarem, paciência, problema deles.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Que pena, se for assim.
    Se não fosse por As Minhas Histórias acho que nunca nos iríamos conhecer e ter um blogue é essa possibilidade - aprender, partilhar, conhecer - quando algum blogue que conheço e gosto se fecha é como se um amigo fosse para longe.
    um beijinho e vou esperar que possa ser até um destes dias.
    Gábi

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe