Filhas...

(O regresso)

(Esperança)



Coube-me a tarefa de ficar, desde 5ª feira, com as minhas três filhas sem a minha mulher que foi a Lisboa em trabalho tendo regressado sábado à noite.

Embora já habituado a estas andanças, ficar com miúdas que crescem e mudam de humor mais rápido do que eu mudo de canal na tv não é fácil.Desde logo, porque tem todas interesses diferentes (atendendo à idade) e para chegar a um consenso é mais difícil que eleger um Papa, porém, tudo terminou de agrado para "as partes" (com voto de qualidade aqui do papá).

Elas ansiavam pelo regresso da mãe (acredito que não tanto como eu)!

A todos votos de excelente semana.

Comentários

  1. Fez-me rir!!!

    Não é tão fácil, não, como poderá parecer! : )

    ResponderEliminar
  2. Dão trabalho, dão dores de cabeça, mas fazem muita falta.
    As mães e as filhas.
    Aquele abraço, Ricardo

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...