Passagem de Oscar Niemeyer pelo Funchal...













Nascido no Rio de Janeiro, Niemeyer estudou na Escola Nacional de Belas Artes,onde conheceu o mestre suíço Le Corbusier, Niemeyer com quem teve a oportunidade de trabalhar, sendo que ele teve uma grande influência na sua arquitetura.

Em 1956, Niemeyer foi convidado pelo novo presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, para projectar os prédios públicos da nova capital do Brasil, que seria construída no centro do país. Os Seus projectos para o Congresso Nacional do Brasil, o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília, foram todos concluídos antes de 1960 e foram em grande parte de natureza experimental ligados por elementos de design comuns.

A única obra do arquitecto brasileiro construída em Portugal é o Casino Park Hotel, na Madeira, que inclui um casino e um centro de congressos,encomendada em 1966 pela Sociedade de Investimentos Turísticos da Ilha da Madeira (ITI), propriedade da família António Xavier Barreto, tendo sido inaugurada a 3 de Outubro de 1976. Hoje pertence ao grupo Pestana que adquiriu ao governo madeirense a participação na ITI.

Porém, Neiemeyer quando questionado pelo Expresso, em Dezembro de 2007, sobre único projecto seu em Portugal, o Casino do Funchal na Madeira, actual Pestana Casino Park o conceituado arquitecto brasileiro respondeu «Esse projecto não é meu. Eu fiz o projecto a uma escala pequena e o arquitecto português desenvolveu. E ele (Arqtº Viana de Lima)mudou algumas coisas. De modo que não considero um projecto meu.»

Seja como seja a obra cá está e é digna de ser visitada.

Comentários

  1. E prova que um edifício projectado por um arquitecto de renome atrai turistas.
    Pode explicar isso a umas luminárias aqui em Macau, Ricardo??
    Aquele abraço, bfds para si e as suas princesas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, há quem nunca aprenda, meu caro.

      Bom fim de semana para si e as suas princesas.

      Aquele abraço.

      Eliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe