Contrastes...

(A porta da Sé de Lisboa)

(Largo Camões)


Para ser sincero, muito sincero, diria que os verdadeiros contrastes viver-se-ão nas casas de muitos lisboetas e não na escadaria de uma Igreja, onde uma cigana de origem do Leste Europeu pede esmola. 

Lisboa é, hoje por hoje, aliás como sempre foi, uma cidade do mundo, visitada por muitos que não se cansam de admirar a jovialidade, a luz e as gentes cada vez mais simpáticas que os acolhem (nem sempre assim foi).

Lisboa vale a pena nem que sejam pelos contrastes.

Bom fim de semana a todos aqueles que ainda por aqui passam.

Comentários

  1. Adoro Lisboa! Gostei imenso dos poucos anos quando la vivi.
    Abraco e um otimo fim de semana, Ricardo.
    : )

    ResponderEliminar
  2. Lisboa, com todos os contrastes, é simplesmente LINDA, Ricardo.
    Aquele abraço, boa semana para si e as mais que tudo

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...