A minha analise aos resultados das Legislativas 2015...


À Joana Amaral Dias (que não tem o corpo da Demi Moore) não lhe basta mostrar sua barriga de grávida, tem de mostrar um pedacinho "assim" de que é uma mulher com qualquer coisa dentro da cabeça, aquilo a que em anatomia se denomina por cérebro.


O Rui Tavares, coitado, sofreu o seu grande terramoto, isto é, foi dado como eleito e, depois, na linha de meta foi ultrapassado pelo Partido dos cães, gatos, periquitos, canários, peixes de aquário e não só... talvez, a eleição de um deputado pelo PAN tenha o "dedo" de São Francisco de Assis já que ontem era o seu dia no calendário litúrgico.


Na CDU, também respondendo por PCP, ganharam as eleições, é verdade amigos, eles ganharam as eleições, aliás, ganham sempre nem mesmo tendo levado uma "vela" do BE, o PCP, perdão, CDU ganhou as eleições, enfim, algo que assisto desde que entendo como gente, isto é, desde o final dos anos 70 do século passado.

O Costa perdeu em toda a linha, mas não se demite, exigiu a demissão do António José Seguro por ter ganho "por poucos" e agora perdendo "por muitos" acha quem tem condições para lá (no PS) continuar, que Deus Nosso Senhor o conserve por muitos anos. É curioso ver que Costa tendo sido o nº 2 de José Sócrates apanhou-lhe uns certos tiques, nomeadamente, e à cabeça o estado de negação e o viver num mundo que é só seu.

A Coligação "Portugal à Frente" venceu, mas terá que governar com todos e para todos, não é tão bom como uma maioria absoluta para governar, mas compromete uns e outros à esquerda e à direita.

Na Madeira, a soberba e ânsia pelo poder de José Manuel Rodrigues levou à sua demissão por ter apenas conseguido um terço dos votos obtidos nas eleições anteriores, caso para dizer, quem tudo quer tudo perde.

O PS-Madeira, apesar de não ter chegado aos 20% da votação, apregoa-se como o grande vencedor, elegeu o Conde Drácula, perdão, o Carlos Pereira e o "vereador sem pasta" Luís Vilhena retirando, desta forma, uma pessoa do desemprego (já não aparecerá nas estatísticas de Outubro).

O PSD-Madeira teve uma sorte "do caraças" porque renovou a sua lista de deputados à AR e conseguiu eleger três, mas, não se iludam porque a malta votou foi no Passos Coelho e não na Sara Madruga da Costa que entenda-se não tenho nada contra a senhora, mas parece-me um peixe fora de água na ALR quanto mais na AR.

Falta o BE da Srª Dª Catarina Martins, que venceu, em toda a linha, o PS do Costa e do Pereira ao eleger 19 deputados, sendo que o eleito pela Madeira é, pelo menos para mim, um ilustre desconhecido.

Eis, em resumo, a minha visão sobre os resultados eleitorais das Legislativas 2015.

Boa semana para todos...

Voltarei a fazer este tipo de comentário nas eleições para as Legislativas 2016 (lá para Novembro/Dezembro de 2016).

Comentários

  1. Excelente resumo, excelente análise.

    Boa semana Ricardo
    (espero que por aí esteja melhor tempo que para estas bandas de cá)
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Gostei imenso de ler esta tua análise que entendi perfeitamente e todos o mundo deveria fazer o mesmo porque há muita gente que não entendeu nadica de nada destas cartadas eleitorais.

    Digo-te, ou melhor acrescento apenas isto: foram as piores campanhas eleitorais das últimas décadas onde incluo todos os protagonistas. Chegou a um ponto que deixei de os ouvir!

    Boa semana

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. E agora anuncia-se a golpada que já tinha comentado com amigos ser bem possível, Ricardo.
    Ainda que a nível local (freguesia) assisti a uma golpada com aquele que o Bloco propõe há cerca de trinta anos, Ricardo.
    Déja vu e same same but diferent em simultâneo
    Aquele abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Crónica de uma morte anunciada...