A minha analise aos resultados das Legislativas 2015...


À Joana Amaral Dias (que não tem o corpo da Demi Moore) não lhe basta mostrar sua barriga de grávida, tem de mostrar um pedacinho "assim" de que é uma mulher com qualquer coisa dentro da cabeça, aquilo a que em anatomia se denomina por cérebro.


O Rui Tavares, coitado, sofreu o seu grande terramoto, isto é, foi dado como eleito e, depois, na linha de meta foi ultrapassado pelo Partido dos cães, gatos, periquitos, canários, peixes de aquário e não só... talvez, a eleição de um deputado pelo PAN tenha o "dedo" de São Francisco de Assis já que ontem era o seu dia no calendário litúrgico.


Na CDU, também respondendo por PCP, ganharam as eleições, é verdade amigos, eles ganharam as eleições, aliás, ganham sempre nem mesmo tendo levado uma "vela" do BE, o PCP, perdão, CDU ganhou as eleições, enfim, algo que assisto desde que entendo como gente, isto é, desde o final dos anos 70 do século passado.

O Costa perdeu em toda a linha, mas não se demite, exigiu a demissão do António José Seguro por ter ganho "por poucos" e agora perdendo "por muitos" acha quem tem condições para lá (no PS) continuar, que Deus Nosso Senhor o conserve por muitos anos. É curioso ver que Costa tendo sido o nº 2 de José Sócrates apanhou-lhe uns certos tiques, nomeadamente, e à cabeça o estado de negação e o viver num mundo que é só seu.

A Coligação "Portugal à Frente" venceu, mas terá que governar com todos e para todos, não é tão bom como uma maioria absoluta para governar, mas compromete uns e outros à esquerda e à direita.

Na Madeira, a soberba e ânsia pelo poder de José Manuel Rodrigues levou à sua demissão por ter apenas conseguido um terço dos votos obtidos nas eleições anteriores, caso para dizer, quem tudo quer tudo perde.

O PS-Madeira, apesar de não ter chegado aos 20% da votação, apregoa-se como o grande vencedor, elegeu o Conde Drácula, perdão, o Carlos Pereira e o "vereador sem pasta" Luís Vilhena retirando, desta forma, uma pessoa do desemprego (já não aparecerá nas estatísticas de Outubro).

O PSD-Madeira teve uma sorte "do caraças" porque renovou a sua lista de deputados à AR e conseguiu eleger três, mas, não se iludam porque a malta votou foi no Passos Coelho e não na Sara Madruga da Costa que entenda-se não tenho nada contra a senhora, mas parece-me um peixe fora de água na ALR quanto mais na AR.

Falta o BE da Srª Dª Catarina Martins, que venceu, em toda a linha, o PS do Costa e do Pereira ao eleger 19 deputados, sendo que o eleito pela Madeira é, pelo menos para mim, um ilustre desconhecido.

Eis, em resumo, a minha visão sobre os resultados eleitorais das Legislativas 2015.

Boa semana para todos...

Voltarei a fazer este tipo de comentário nas eleições para as Legislativas 2016 (lá para Novembro/Dezembro de 2016).

Comentários

  1. Excelente resumo, excelente análise.

    Boa semana Ricardo
    (espero que por aí esteja melhor tempo que para estas bandas de cá)
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Gostei imenso de ler esta tua análise que entendi perfeitamente e todos o mundo deveria fazer o mesmo porque há muita gente que não entendeu nadica de nada destas cartadas eleitorais.

    Digo-te, ou melhor acrescento apenas isto: foram as piores campanhas eleitorais das últimas décadas onde incluo todos os protagonistas. Chegou a um ponto que deixei de os ouvir!

    Boa semana

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. E agora anuncia-se a golpada que já tinha comentado com amigos ser bem possível, Ricardo.
    Ainda que a nível local (freguesia) assisti a uma golpada com aquele que o Bloco propõe há cerca de trinta anos, Ricardo.
    Déja vu e same same but diferent em simultâneo
    Aquele abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe