E agora?


Que caminho trilha o Mundo por estes dias?

Refiro-me, não tanto à Grécia (para mim, um caso perdido), mas sim ao conflito Ucrânia/Rússia, um conflito que poderá ter consequências nefastas, desde logo, do ponto de vista humanitário, mas também do ponto de vista geo-estratégico que poderá minar a democracia a Leste do "Velho Continente".

Hoje por hoje, todos nós sabemos, ou melhor, não sabemos qual é o poderio russo, porém, não convém "esticar a corda" para sabermos qual será. Hoje, quarta-feira,  realizar-se-á, em Minsk, uma derradeira cimeira para convergência de posições entre ucranianos e russos, mediada por Alemanha e França .

O mundo, pelo menos eu e uns quantos milhões,  espera que deste encontro saia um cessar-fogo, o abandono do armamento pesado e a criação de uma zona desmilitarizada, mas a verdade é que se desconhecem as eventuais concessões que a Rússia está disposta a fazer.

Desde o início do conflito, mais de 5400 pessoas morreram, tendo vindo a subir o número de mortes entre os civis, essa é que é essa.

Sei que o tema não é o mais agradável mas, confesso, é uma situação que me preocupa.


Comentários

  1. Hoje em Minsk mas com o pensamento na Grécia.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Bem mais assustador que o caso grego, Ricardo.
    A situação na Grécia, com mais ou menos negociação, vai ter resolução sem que ninguém perca face.
    Já o conflito no Leste da Europa traz à memória outros conflitos.
    E assusta.
    Muito!
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. Chegaram a um acordo de cessar fogo...mas com dia e hora marcada para este sábado e pergunto a mim mesmo: quantas mais vítimas serão nesse espaço de tempo? Horrível!

    Quanto à Grécia...acredito na resolução.

    Beijocas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe