Perdoa-me (Versão XIX Governo Constitucional)...

Na passada quarta-feira, dezassete dias após o caos que se instalou nos Tribunais Portugueses por via de um sistema informático que deixou de funcionar, Paula Teixeira da Cruz abriu uma nova era da relação dos políticos com a democracia. A senhora Ministra pediu "desculpa" em nome do Ministério e disse esta pérola: "A responsabilidade política assumo-a integralmente". Perguntarão V.Exªs demitiu-se? Em respondo, N-Ã-O, ela assume a responsabilidade política mas, há sempre um mas, a culpa é de...um informático anónimo.

Na sexta feira, aproveitando a onda, Nuno Crato, matemático, depois de ter cometido um disparate monumental na fórmula M-A-T-E-M-Á-T-I-C-A que decidia a contratação de alguns docentes, fez um ar sofrido, do género "ó tio, ó tio que já fiz m#$a", no Parlamento Português disse: "Peço desculpa por qualquer transtorno causado", quanto a se demitir, nada, népias, zero,bola.

Poça, estar no Governo é uma canseira mas, lá está o mas, ninguém quer de lá levantar âncora.

Amigos, votos de boa semana a V.Exªs e um excelente Outono.

Comentários

  1. Pois as âncoras estão coladas com cola tudo, para nada fazerem:)

    Estes dois episódios não foram únicos, já outros o fizeram, mas numa altura destas soaram a falso e sobretudo numa de sacudir a água do seu capote.

    Ó valha-me Deus!

    Aqui está um dia de sol e muito calor.

    Um abraço e retribuo os votos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe