O Xerife de Nottingham...

Em vez de menos Estado, temos cada vez mais Estado. 

Corta-se nos centros de saúde, mas aumenta-se nas despesas com gabinetes, pedimos à "classe média" para aguentar, mas espatifamos dinheiro sem conta em "despesas de representação", em salários milionários na CGD, em "operações de cosmética política" que não passam de embelezar a pílula amarga que fomos obrigados a tomar durante 3 anos (todos os dias) e, sabemos lá, por quantos mais.

Enfim, para nos vigiar, no terreno, temos o nosso Xerife de Nottingham o senhor Moedas que é o expoente máximo do liberalismo económico em Portugal, que brilha em cada esquina... do poder tripartido entre Bruxelas/Frankfurt/Washington deixando umas "migalhas" para os "meninos" em Lisboa.

Votemos, pois, no domingo para que a Europa dos 28 nos dê uma mão cheia de nada e outra cheia de coisa nenhuma no que se refere a soluções globais para o crescimento da UE.

Votos de um excelente dia de Primavera (cinzenta) a todos vós!

Comentários

  1. Enquanto não existir uma Europa verdadeiramente unida, não há nada p'ra ninguém, amigo.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Votemos pois...mais para pôr lá mais uns quanto a encherem-se à nossa custa. Acho que a Europa tem os dias contados pelos mais diversos motivos e o caos instalado na Ucrânia...não sei não!

    Um abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...