O Xerife de Nottingham...

Em vez de menos Estado, temos cada vez mais Estado. 

Corta-se nos centros de saúde, mas aumenta-se nas despesas com gabinetes, pedimos à "classe média" para aguentar, mas espatifamos dinheiro sem conta em "despesas de representação", em salários milionários na CGD, em "operações de cosmética política" que não passam de embelezar a pílula amarga que fomos obrigados a tomar durante 3 anos (todos os dias) e, sabemos lá, por quantos mais.

Enfim, para nos vigiar, no terreno, temos o nosso Xerife de Nottingham o senhor Moedas que é o expoente máximo do liberalismo económico em Portugal, que brilha em cada esquina... do poder tripartido entre Bruxelas/Frankfurt/Washington deixando umas "migalhas" para os "meninos" em Lisboa.

Votemos, pois, no domingo para que a Europa dos 28 nos dê uma mão cheia de nada e outra cheia de coisa nenhuma no que se refere a soluções globais para o crescimento da UE.

Votos de um excelente dia de Primavera (cinzenta) a todos vós!

Comentários

  1. Enquanto não existir uma Europa verdadeiramente unida, não há nada p'ra ninguém, amigo.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Votemos pois...mais para pôr lá mais uns quanto a encherem-se à nossa custa. Acho que a Europa tem os dias contados pelos mais diversos motivos e o caos instalado na Ucrânia...não sei não!

    Um abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Crónica de uma morte anunciada...