Cartas de Amor ou de Desprezo?

A famosa carta de intenções que, por estes dias, tanto se fala mais não é que uma declaração de amizade eterna.

Nas suas entrelinhas ficam seladas juras de fidelidade eterna aos compromissos já assumidos, são escritas em tinta invisível.

O BCE/UE/FMI vão cá vir cá até pagarmos a nossa dívida, tal qual o faz o famoso "Cobrador do Fraque", não acreditam, então caso tenham alguma dúvida, vejam como o nosso (e outros) País(es) está(ão) amarrado(s) ao Tratado Orçamental imposto pela Alemanha, perdão, pela Europa.

E entre cartas e juras (eternas) respeitosamente me despeço desejando a V.Exªs um bom fim de semana de Primavera.

Comentários

  1. É mesmo caso para dizer que eles 'andem' aí.
    Serve o exemplo da Irlanda ou é preciso mais?

    Aquele abraço com votos de bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Ao pequeno almoço dizem uma coisa, ao almoço dizem outra e à noite já está tudo num emaranhado de noticias do diz-que-disse-mas-não-disse. Claro que será como a "velha livrança de caução"...mas pior do que tudo isso é a descoordenação governamental e a descarada pressão do PPC sobre o Tc...a mando de quem? Pois!!!!

    Bom fim de semana para ti e todos os teus

    ResponderEliminar
  3. Repito, Ricardo - lembre a música:
    Cartas de amor,
    Que as não tem?
    Aquele abraço e votos de boa semana para si e família

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...