Que se lixem as eleições? Bom, não é bem assim...


"Que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal", gritava em Julho do ano passado o primeiro-ministro.

Coisa bonita, diria mesmo, poética, porém, há sempre o inconveniente porém, passados que são nove meses, isto é, o tempo da gestação de uma criança, o mesmo senhor - conhecido pela sua coerência de discurso - vem, agora, acenar com o aumento do salário mínimo, acenar com a descida do IRS em 2015 e prometer, algo que sempre criticou, um milionário plano de infra-estruturas para o País.

Bom, se isto não é o Governo em pré-campanha, não para as europeias,mas para as legislativas, passem a chamar-me, a partir de hoje, Policarpo.


E tenham V.Exªs um belo dia de Primavera...

Comentários

  1. Pois é tal e qual...e subscrevo porque esta dança entre os três principais partidos tem de acabar de uma vez por todas, porque o seu álibi de sempre foram as "promessas falsas" e o povo cair na sua cantada.

    Para ti também um belo dia de Primavera e aqui já chove:)

    ResponderEliminar
  2. Caro Policarpo :D

    Confesso que essas 'ofertas' do senhor primeiro podem ser aliciantes. Podem ser mas não são.
    Campanha pura com o olho nas legislativas, tanto mais que vê o PS a subir nas intenções de voto estando, actualmente, perto de uma maioria absoluta.

    Ooppss, agora reparo que o tratei por Policarpo.
    O que vale é que esse tratamento não é irrevogável :D

    Aquele abraço, Ricardo (agora acertei)

    ResponderEliminar
  3. Ricardo,
    Perante este novo discurso, só um comentário se justifica - tarde piaste!!
    Já não convence ninguém.
    Aquele abraço!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)