O Manifesto dos 70...

No século XVII era muito deselegante, em Inglaterra, discutir temas considerados polémicos com uma dama. Fosse política, religião, filhos ou dores nas costas. Assim os ingleses desenvolveram a arte de falar sobre um tema neutro, o tempo.

Hoje por hoje, depois do chamado "Manifesto dos 70", essa parece ser a reacção da elite (exagero meu) que está no poder em Portugal, elite essa que despreza o que não conhece, que opina sem saber, que dos documentos apenas retira o que mais lhes convém.

Também eu, em tempo de "vacas gordas", reestruturei a minha divida para com o Banco, a exemplo, aliás, do que muitas empresas solventes e pujantes o fazem como acto de "boa gestão de negócios", reestruturar não é sinónimo de não pagar, é, antes de mais, rever os moldes de como será integralmente cumprida essa obrigação não é sinónimo de não pagar, a semântica das palavras deveria ser melhor entendida por quem nos governa.

Se concordo o timing do "Manifesto"? 
Não, a dois meses da "saída da troika", parece-me extemporânea a ocasião para torná-lo público.

Se concordo com o conteúdo do "Manifesto"?
Em alguns pontos sim, aliás, o documento nada tem de original e é um "decalque" da reestruturação da dívida alemã contraída por via dos crimes de guerra praticados durante a II Guerra Mundial, a verdade é que lá mais para Agosto/Setembro, aquando da feitura do OE para 2015, este documento deveria ser tido em linha de conta.

E tenham V.Exªs um bom dia...

Comentários

  1. O manifesto é de 'timing' discutível mas justifica a exoneração dos dois conselheiros de Cavaco Silva que o assinaram?

    O PR a 'sacudir a água do capote' ou um gesto que de democrata nada tem?

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  2. É muito diferente querer liquidar um débito, e criar condições para isso, e ser caloteiro, Ricardo.
    Problemas deste Manifesto?
    Timing e muitos dos nomes que estão associados ao mesmo.
    Porque estão, em simultâneo, umbilicalmente ligados à dívida que se quer agora renegociar.
    Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana para si e família!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)