Sobre mim e...muitos de nós!

Não somos o que os outros pensam. 

Poucos de nós somos sequer quem julgamos ser. Somos o que somos e o resultado da liberdade das nossas posturas decisões e actos.

De nada vale tentar modificar uma opinião de alguém a nosso respeito.

Há quem passe a vida a condenar e a admirar pessoas, há quem seja capaz de gastar a maior parte das suas horas a julgar os outros...

No final da vida de cada um de nós, vale apenas o quanto tivermos sido capazes de amar...absolutamente nada mais!

Boa semana, amigos!

Comentários

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe