Eu acredito nele...até que provem o contrário!


"No dia em que Domingo Paciência foi despedido do clube leonino, a agência Lusa noticiou que o treinador teria tido "um encontro com dirigentes do FC Porto, com vista ao meu futuro profissional, alegadamente com base numa 'fonte próxima da estrutura leonina'". Este encontro, segundo a Lusa, estaria na base do despedimento de Domingos como treinador principal da equipa de Alvalade.

Domingos respondeu ontem, em comunicado, a esta notícia, classificando-a de "absurda". "Nem precisaria de negar tão absurda informação, porque, felizmente, ao longo da minha carreira profissional, quer como jogador, quer como treinador de futebol, sempre coloquei à frente de tudo um valor: a dignidade", pode ler-se no comunicado emitido esta tarde por Domingos Paciência.

O treinador nega ter tido "qualquer encontro com dirigentes do FC Porto ou de qualquer outro clube". "Estive sempre de corpo e alma no projecto Sporting até ao dia em que me surpreenderam com a interrupção desse projecto. Não é por minha vontade que deixo o clube, nem isso estava nos meus horizontes", garante. 

O antigo treinador do Sporting revela que vai processar a agência Lusa "pela informação falsa avançada e veiculada também por outros órgãos de comunicação social, com origem na notícia dessa mesma agência, o que também lamento"

"Será em tribunal que os responsáveis por esta notícia disparatada terão de responder, mesmo com uma 'fonte próxima da estrutura leonina' a servir de base", refere Domingos, acrescentando que se "essa fonte verdadeiramente existiu, foi obra cobarde de quem se refugia no anonimato e não hesita em manchar a honra de um profissional com calúnias infundadas". "E os cobardes morrem sós", conclui."

in Jornal de Negócios

Até prova em contrário em acredito em Domingos Paciência, até porque a Direcção do Sporting não me merece qualquer crédito.

Comentários

  1. Domingos Paciência seria parvo se tivesse essa ou outra conversa com quem quer que fosse.
    Ainda é funcionário do Clube e, por isso, se cometesse um deslize desses, veria cortada substancialmente a indemnização a que tem direito.

    ResponderEliminar
  2. Começa a perceber-se que houve ali sujeira da grossa.
    Mas ainda há muito para ser explicado.
    Esperemos pelos próximos capítulos.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Dixit...

Mensagens populares deste blogue

CARTA ABERTA AO JEROEN DIJLESBOING (ou lá como é...)

Deus cria a mãe